Jornal o Progresso - Um Jornal de Sucesso

Pré-candidata Detinha percorre cerca de 70 quilômetros em São Luís e denuncia descaso com a Zona Rural

Com uma agenda intensa de pré-campanha em São Luís, a deputada estadual Detinha (PL) percorreu cerca de 70 quilômetros, em uma semana de reuniões solicitadas por lideranças nos bairros da Cohab, Maracanã, Vila Esperança, São Raimundo, São Francisco e Tajaçuaba.

Detinha foi recepcionada com grande entusiasmo pelos moradores. Na Cohab, a professora Ana Cláudia ressaltou que ter uma mulher como prefeita de São Luís seria um grande avanço para a cidade. “Morei em São Paulo quando a Marta Suplicy foi prefeita lá e vi muitos avanços, principalmente nas creches, escolas e geração de emprego. Quando voltei para São Luís levei um susto quando vi os atrasos daqui, acredito que a Detinha, pode sim, fazer uma administração mais voltada para o social.”, comentou.

Na zona rural, Detinha observou problemas críticos como a falta de escolas nas localidades, saneamento básico e mobilidade, “são mais de 30 anos que a zona rural está abandonada, isso é nítido desde quando a gente entra na zona rural, a gente já pode observar o descaso, desde o acesso. Conversando com os moradores fui informada que no ano letivo normal, as crianças são liberadas mais cedo das aulas, por falta de merenda escolar, de água, por falta de uma escola adequada. E vocês, moradores da zona rural de São Luís precisam ser tratados com respeito e dignidade, ter acesso a essas políticas públicas é um direito de vocês.”, disse.

Em todas as reuniões, Detinha esteve acompanhada de pré- candidatos a vereadores dos partidos PL, Avante e Patriota, e pela sua comitiva formada pelo deputado estadual Hélio Soares, e pelos deputados federais Jr. Marreca (Patriota) e Josimar Maranhãozinho (PL).

Detinha

Deputada estadual mais votada no Maranhão, com mais de 88 mil votos, Detinha foi prefeita por dois mandatos no município maranhense de Centro do Guilherme, na região do Alto Turi. Antes da gestão de Detinha o município era o 4º com pior IDH do Brasil, e após a sua administração saltou no Índice de Desenvolvimento Humano consideravelmente, ficando a frente de quase 300 municípios brasileiros e de 47 municípios maranhenses.

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*